Investimento é o ato de se investir, aplicar ou aportar recursos financeiros com a finalidade de obter lucro, aumento de capital ou ganhos futuros.

O investimento deve ser uma constante para cada pessoa, visto que – além de ser uma aplicação financeira – visa acumular recursos para uso no futuro.

O planejamento é essencial para qualquer movimento de investimento. É recomendado que você faça uma planilha utilizando-se de um caderno, programa de computador ou aplicativo de smartphone e leve em consideração todos os seus rendimentos (dinheiro que entra na conta), todas as despesas fixas (contas a pagar constantes, de todos os meses) e todas as despesas variáveis (contas pontuais, impostos, despesas com pequenas compras e serviços). Programe-se para nunca gastar mais do que ganha. Ao ter seu orçamento equilibrado, use o valor que sobrou para fazer seu investimento. Alguns economistas recomendam que, para maior controle, você deve considerar um valor mensal para investimento antes do saldo final da planilha. Use o seu próprio sistema. O importante é estar sempre investindo.

O porcentual de investimento varia de acordo com o perfil de investidor de cada pessoa. O ideal é que seja, pelo menos, mais do que 10% do ganho/salário mensal. Existem opções de aplicações disponíveis de acordo com cada tipo de perfil de investidor, das tradicionais como Caderneta de Poupança, CDB e LCI às mais sofisticadas, como Ações e Fundos de Investimentos. Com o Daycoval Investe, é possível investir a partir de R$ 1.000,00 em CDB e LCI de maneira online, simples e fácil.

É importante que, antes de qualquer tipo de aplicação, o investidor tenha ciência do seu perfil, que pode ser Conservador, Moderado ou Arrojado.

Para descobrir o seu perfil de investidor basta fazer uma avaliação sobre sua tolerância ao risco das oscilações do mercado. Os investidores podem ser:

Conservador – Não gosta de correr risco e dá preferência aos investimentos que têm pouca propensão às oscilações do mercado. Os investimentos preferidos de quem tem um perfil Conversador são Letras Financeiras, como a LCI, e o CDB. Pelo Daycoval Investe você consegue investir a partir de R$ 1.000,00 em LCI e CDB de maneira online, simples e prática.

Moderado - Tem uma propensão moderada, ou seja, média, em investimentos que possuem propensão às oscilações do mercado, mas diversifica as aplicações. Em sua carteira podem haver Ações blue chips (ações das principais companhias negociadas em Bolsa de Valores), Fundos de Investimentos Multimercado e aplicações de Renda Fixa (CDB, LCI e LCA).

Arrojado - Aceita correr alto risco de oscilação no mercado. É, normalmente, o investidor profissional que possui em sua carteira um alto porcentual de aplicações em Ações de companhia blue chip e small caps (ações de companhias com bons conceitos financeiros e mercado promissor porém, pertencentes aos grupos de segunda e terceira linhas), Fundos de Investimentos em Ações e poucos produtos de Renda Fixa.

O Daycoval Investe é a plataforma online de investimento em Renda Fixa do Banco Daycoval. O cliente pode investir a partir de R$ 1.000,00 em CDB e LCI com taxas atrativas. Basta acessar daycovalinveste.com.br e ver o que o Banco Daycoval pode fazer por você.

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) são títulos de crédito com lastro de créditos imobiliários, garantidos por hipoteca ou por alienação fiduciária. Para explicar de forma mais simples, a LCI é um empréstimo de dinheiro que o investidor faz a uma instituição financeira. Os recursos do empréstimo serão destinados para financiar o setor imobiliário. Logo, quando você empresta dinheiro para uma determinada instituição, ela faz um “contrato” com você firmando quanto irá pagar de juros em um determinado prazo. Isso significa que a LCI é um investimento de Renda Fixa e, de acordo com o valor negociado de juros a receber, torna-se uma aplicação mais rentável que a Caderneta de Poupança, por exemplo. O Banco Daycoval conta com a opção de investir em LCI a partir de R$ 1.000,00 com o Daycoval Investe. Conta com a garantia de até R$ 250.000,00 pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Sim, o investimento em LCI pelo Daycoval Investe conta com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) nas aplicações de até R$ 250.000,00.

As Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) são títulos de crédito emitidos por um banco para financiar iniciativas do agronegócio. As principais vantagens deste tipo de investimento são: ser isenta de Imposto de Renda (IR) e contar com a segurança da Renda Fixa nas modalidades pré ou pós-fixada, ou seja, ao optar pelo investimento em LCA pré-fixada, o aplicador sabe qual será a remuneração no momento da compra do título. Já quando adquire uma LCA pós-fixada, a rentabilidade será baseada em um percentual do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), quem por sua vez, oscila sempre muito próximo da Selic (Taxa Básica de Juros). Isso significa que, quanto mais alta estiver a Selic, maior será a rentabilidade do título. O Banco Daycoval conta com a opção de investir em LCA via Daycoval Investe. Conta com a garantia de até R$ 250.000,00 pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Sim, o investimento em LCA pelo Daycoval Investe conta com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) nas aplicações de até R$ 250.000,00.

CDB significa Certificado de Depósito Bancário. É um título de investimento muito popular emitido pelos bancos. A taxa paga nos CDBs pode ser pré-fixada ou pós-fixada. Quem compra CDB empresta dinheiro a um banco (captação) em troca de um rendimento negociado com um prazo mínimo de 30 dias. É um rendimento de Renda Fixa e, de acordo com o valor negociado de juros a receber, torna-se uma aplicação mais rentável que a Caderneta de Poupança. O Banco Daycoval conta com a opção de investir em LCI a partir de R$ 1.000,00 com o Daycoval Investe. Conta garantia de R$ 250.000,00 pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

É aquele onde se sabe a rentabilidade final do investimento no momento da aplicação. Como a taxa de juros é definida no ato da contratação, o investidor já sabe desde o início quanto irá receber no vencimento do título.

É aquele que não se sabe a rentabilidade final no momento da aplicação, pois o investidor fica conhecendo apenas o índice que será responsável pela formação dos rendimentos do título, por exemplo, o CDI. O valor total que o investidor irá receber só será conhecido na data de vencimento da aplicação.

Sim, o investimento em CDB pelo Daycoval Investe conta com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) nas aplicações até R$ 250.000,00.

Uma das aplicações mais conhecidas no mercado brasileiro, a Poupança é sinônimo de segurança para muitos investidores, porque conta com a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Através dele o investidor que aplica na poupança tem garantia de recebimento dos valores aplicados, mesmo em caso de quebra do banco, para valores de até R$ 20.000,00 por CPF. Uma das maiores críticas em relação à poupança consiste na sua baixa rentabilidade comparativa. As cadernetas de poupança foram concebidas pelo Imperador Dom Pedro II em 1861 e tinha à época o objetivo único de remunerar depósitos com juros de 6% ao ano sob a garantia do governo imperial, similar ao valor da remuneração atual.

CDI é o Certificado de Depósito Interbancário, ou seja, um depósito que os bancos usam para aplicar recursos próprios ou captar dinheiro de outras instituições.

O CDI é utilizado como benchmark, ou seja, como comparação de rentabilidade de Fundos de Investimentos ou aplicações de Renda Fixa.

A taxa SELIC (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia) é um índice pelo qual as taxas de juros cobradas pelos bancos no Brasil se balizam. É considerada a taxa de juros básica da economia. A taxa é uma ferramenta de política monetária utilizada pelo Banco Central do Brasil para atingir a meta das taxas de juros estabelecida pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Na reunião de 4 de Junho de 2015, atingiu o montante de 13,75%.

A inflação é o aumento no valor dos preços de produtos e serviços negociados. Possui vários índices de referência, entre eles o IGP (Índice Geral de Preços), IPA (Índice de Preços no Atacado), INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), INCC (Índice Nacional do Custo da Construção), CUB (Custo Unitário Básico).

Ações são papéis que representam uma pequena parte do capital social de uma empresa que está sendo negociada na Bolsa de Valores. No Brasil há apenas negociações deste tipo de investimento na Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa). Ao comprar uma ação o investidor se torna sócio da empresa, passando a correr os riscos dos negócios junto com a empresa e tendo participação nos lucros e prejuízos que forem registrados. Por esse motivo é um investimento de alto risco, classificado como Renda Variável, pois o investidor também está sujeito às oscilações do mercado acionário. O Banco Daycoval conta com uma equipe especializada em gestão de ações. Consulte daycoval.com.br e saiba mais sobre a Daycoval Investimentos.

Toda ação possui um código. Ele, normalmente, é formado por quatro letras que representam o nome da empresa e um número do tipo da ação. As ações podem ser classificadas em dois tipos:
Ordinárias (ON): Quem possui ações desse tipo pode de votar em assembleias gerais da empresa, além de receber os lucros distribuídos pela empresa. As ações ON são representadas pelo número 3 depois do código da empresa.
Preferencias (PN): Quem possui essas ações não pode votar nas assembleias, mas recebe os lucros distribuídos primeiro (em uma porcentagem maior que as ordinárias), e caso a empresa decrete falência serão os primeiros a receberem compensações.

É um condomínio que pode ser formado por Pessoas Físicas ou Jurídicas, onde os cotistas possuem o mesmo interesse e objetivos. Ao aplicar no fundo os cotistas estão contratando a prestação de serviço de um profissional especializado em gestão de fundos, no qual o mesmo fará a administração dos recursos investidos, de acordo com as regras estabelecidas em seu regulamento.

O valor mínimo de investimento é determinado em cada fundo.

Daycoval Renda Fixa FI, valor mínimo R$ 500,00.

Daycoval Parnamirim FIM, valor mínimo R$ 500,00.

Daycoval Dividendos Ibovespa FIA, valor mínimo R$ 500,00.

Taxa de Administração, é um percentual pago pelo fundo devido aos serviços prestados pela gestão e controles administrativos. É uma taxa expressa ao ano, e deduzida diariamente.

Taxa de Performance, só será cobrada quando a rentabilidade do fundo superar um índice de referência, por exemplo: CDI ou Ibovespa. Sua cobrança deverá ser expressa no regulamento do fundo.

Valor bruto é o valor aplicado mais a rentabilidade proporcionada ao fundo, antes de ser descontado os impostos.

Valor Líquido é o valor aplicado mais a rentabilidade proporcionada ao fundo até a data que foi cotizado, sendo creditado para o cotista o valor já descontado de impostos.

Através da instrução CVM nº 409, serão considerados investidores qualificados as opções abaixo:

I – Instituições Financeiras

II – Companhias Seguradoras e Sociedades de Capitalização

III – Entidades abertas e fechadas de previdência complementar

IV – Pessoas Físicas ou Pessoas Jurídicas que possuam investimentos financeiros em valor superior a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) e que, adicionalmente atestem por escrito sua condição de investidor qualificado mediante termo próprio.

V – Fundos de Investimentos destinados exclusivamente a investidores qualificados.

VI – Administradores de Carteira e consultores de valores mobiliários autorizados pela CVM, em relação a seus recursos próprios.

Daycoval Renda Fixa F.I., sua carteira pode ser composta por títulos de renda fixa tradicional, investindo em títulos pré fixados, ou pós fixados. Objetivo do fundo é acompanhar a variação do CDI.

Parnamirim F.I.M., permite a alocação em diversos mercados, visando a melhor relação risco/retorno. O objetivo do fundo é superar a variação do CDI.

Daycoval Dividendos Ibovespa FIA, investe em ações com altas taxas de dividendos, sendo que estes dividendos serão incorporados novamente ao fundo. Objetivo do fundo é superar a variação do Ibovespa.

Regulamento é o documento que estabelece as regras de como funcionará o fundo, deverá conter a política de investimentos, os riscos expostos ao cotista, e por fim direitos e obrigações.

O Prospecto também deve conter as principais características do fundo enfatizando os riscos que o cotista está exposto. Este documento deve ser entregue ao investidor no momento da aplicação e não é obrigatório para fundos destinados a investidores não qualificados.

Termo de Adesão é o documento que deve ser assinado digitalmente no momento da aplicação inicial em um fundo, no qual o investidor confirma que recebeu o regulamento e o prospecto do fundo e que tomou ciência da sua política de investimento e dos riscos envolvidos.

Não são garantidos, devido a sua forma de constituição ser através de condomínios, e geralmente são administrados por uma instituição financeira e estão sujeitos a supervisão e acompanhamento do Banco Central do Brasil ou da CVM - Comissão de Valores Mobiliários, dependendo de sua natureza.

A qualquer momento poderá ser solicitado, porém para cada fundo deverá ser respeitado a regra para obter liquidez. O resgate deverá ser solicitado através do canal de comunicação no telefone 11-3138-0540 ou e-mail Captação.di@bancodaycoval.com.br.

Regras de Liquidação para os fundos:

Daycoval Renda Fixa, liquidez em D+0, ou seja no mesmo dia da solicitação.

Daycoval Parnamirim FIM, liquidez em D+1, ou seja, disponível no primeiro dia útil posterior a solicitação.

Daycoval Dividendos Ibovespa FIA, liquidez em D+15, ou seja, disponível 15 dias após a solicitação.

O Cotista terá livre acesso ao seu gerente comercial, ou até mesmo a Plataforma Comercial de Investimentos, que possui uma equipe especializada para atender e sanar as dúvidas de cada cotista, segue abaixo os canais disponíveis:

Telefone: 11-3138-0540

e-mail: captacao.di@bancodaycoval.com.br